19 de junho de 2024

Segunda Semana Nacional de Combate à Intolerância Religiosa: Reflexões sobre as Relações de Poder no Campo do Direito 

18 de janeiro, ocorreu a Segunda Semana Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, evento de grande relevância que buscou analisar e debater os intricados processos construtivos das relações de poder entre as religiões e a política no contexto brasileiro, especialmente no campo dos direitos. 

O evento teve como objetivo central examinar as dinâmicas que foram fomentadas ao longo de séculos no Brasil, destacando a interseção entre as diversas manifestações religiosas e as políticas públicas, com um enfoque especial nas questões relacionadas aos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana e Povos de Terreiros, sob a tutela do Ministério da Igualdade Racial. 

Dentre os renomados convidados que compartilharam suas experiências e conhecimentos, destacamos o Dr. Carlos Gustavo Direito, Desembargador do TJ/RJ e Professor do Programa de Pós-Graduação em Direito da UVA, cuja contribuição se baseia em sua sólida formação jurídica e doutorado na área. 

A Dra. Elisiane Santos, Procuradora do Trabalho e Vice Coordenadora Nacional do GT Povos Originários, Comunidades Tradicionais e Periféricas, trouxe sua perspectiva enriquecedora, fundamentada em sua vasta formação acadêmica, incluindo doutorado em Sociologia e Direito pela UFF e mestrado em Filosofia pelo IEB-USP. 

O Dr. Gustavo Proença, renomado Doutor em Direito e Advogado, complementou o debate trazendo suas reflexões sobre as interações entre religião e direito no Brasil. 

A mediação do evento ficou a cargo da Dra. Mônica Alexandre dos Santos, Vice-presidente da OAB/RJ, que desempenhou um papel crucial na condução das discussões, proporcionando um ambiente de diálogo franco e esclarecedor. 

Além disso, é digno de nota que Barra do Piraí teve uma destacada participação nesse encontro, representada por figuras proeminentes como Jordan, Vice-presidente do Compir e Maurilho, diretor da cultura afro. 

O evento foi uma oportunidade única para aprofundar as reflexões sobre a relação entre religião e política no Brasil, bem como discutir a importância de políticas públicas que promovam a igualdade e o respeito aos direitos dos Povos e Comunidades Tradicionais. Que tais debates continuem a iluminar o caminho para uma sociedade mais justa e inclusiva. 

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais

Verified by MonsterInsights